Dica: alimentação dos idosos

A população idosa é um dos grupos que corre maior risco de desenvolver a forma mais grave da doença. Por isso, é importante adotar as medidas para reduzir o risco de se infectar, como ficar em isolamento.
Estas medidas de isolamento e distanciamento social para minimizar a transmissão do Coronavírus podem ser um fator de risco para o agravamento do estado nutricional dos idosos, tanto naqueles que se encontram em contexto de domicílio, como para os idosos que vivem em abrigos ou lares.
Um pior estado nutricional pode aumentar o risco de complicações, caso haja infecção pelo vírus e, consequentemente, o de mortalidade. Assim, é fundamental que a população idosa mantenha uma alimentação diversificada e equilibrada, rica em frutas e vegetais coloridos, de forma a aumentar a ingestão de nutrientes antioxidantes, para o fortalecimento do sistema imune.
Além disso, realizar alguma atividade física em casa, como alongamentos, e fazer uma exposição solar diária de 10 a 15min, mesmo que da janela, também contribuem para a saúde em geral dos idosos.